A internet está cada vez mais presente na vida das pessoas, seja através de um smartphone, notebook, tablet e outras plataformas que vêm se apropriando da web para criar diálogo e novas experiências entre pessoas.

É de fundamental importância saber quando e como se comunicar com esse público que cada dia fica mais exigente e faz uso da web de maneira inteligente para moldar novas formas de consumo. Eles são futuros clientes em potencial, afinal estão sempre conectados na internet.

Investir no Marketing Digital é essencial para saber chegar a esses clientes da maneira inteligente. Isso vai ajudar sua empresa a ter um bom posicionamento diante dos motores de busca e, principalmente, abrir diálogo e criar relevância com o público.

Segundo Odair Tanes, Gerente de Projetos da Agência Digital 4Ps: “Nos dias atuais boa parte da população faz uso da internet para pesquisar um produto ou serviço antes de comprar. A web tem sido uma ferramenta muito importante na hora de fazer a pesquisa. Estar bem posicionado nos motores de busca aumenta as chances de sua empresa ser vista e, logo, atrair novos clientes”.

Isso não é tendência para muitas empresas; já é realidade. Por isso, o orçamento de marketing de muitas delas tem uma fatia generosa para as estratégias online. Afinal, elas sabem que se realmente quiserem aumentar a lucratividade, precisarão investir em técnicas e estratégias de atração de novas oportunidades. E a internet é um excelente meio para isso, por ser uma ferramenta fundamental para atrair novos clientes e gerar novas experiências com quem já se relaciona com a marca, além de possuir um custo de aquisição de clientes cada vez menor em relação à mídia tradicional.

Para acelerar os resultados, a geração de leads e as vendas é possível investir em mídia paga. São diversas opções de mídia online disponíveis no mercado: desde a plataforma do Google AdWords, na pesquisa do Google, na sua grande Rede de Display em parceria com praticamente todos os sites da web, e também o YouTube Ads, o 2º maior buscador do mundo, atrás apenas do Google, ou os anúncios dentro das Redes Sociais, que permitem opções de segmentação para garantir o bom resultado de cada uma das campanhas realizadas. Outra novidade no mercado, que as maiores empresas do país já estão usando e abusando, é a mídia programática: como o próprio nome sugere, é uma maneira programada de comprar e vender mídia através de uma ferramenta. O processo automatizado elimina alguns fatores que dão morosidade ao negócio, como a negociação entre anunciante e publisher, inclusões manuais de anúncios e outros. A principal forma de compra e venda do inventário se dá por meio de um sistema de leilão, em que o anunciante que der o maior lance conseguirá o espaço.

 

Texto de folha vitoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *